quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Hansel e Gretel ??? quem??

Oi PEssoal

Eu ainda tenho dois posts sobre a viagem mas decidi escrever primeiro sobre o filme de ação fantasia da vez.... Hanzel e Gretel... ah? não conhece??? POis bem é mais uma daquelas mudanças de nomes de personagens que a gente não entende, como João e o pé de feijão que na verdade é Jack o matador de gigantes, ou o Tio Chico e a Vandinha da Familia Addamns que na verdade não Fester e Quarta-feira.
MAS... bem Hansel e Gretel é um dos contos mais famosos dos Irmãos Grim, no Brasil ele é conhecido como João e Maria.

Eu não preciso contar a história, a não ser que vocês queiram, mas eu surgiro que leiam o conto segundo os irmãos Grim, pois é bem mais interessante do que a historinha melosa que contamos para as crianças.


No filme Hansel é Jeremy Renner, eu gosto desse ator pela atuação da serie Bourne, em O Legado Bourne, embora ele seja famoso por fazer o Gavião Arqueiro dos VIngadores. Gretel é interpretada por Gemma Artenton, eu só a conhecia pelo Principe da Persia. Os irmãos tem uma relação forte na caça as bruxas malvadas, porém não conseguem criar laços ou falar do passado, e foram contratados para investigar o desaparecimento de várias crianças num vilarejo, consequentemente o mesmo vilarejo onde eles viveram anos atras.

O filme em si é muito bonito, as locações foram bem escolhidas, assim como os efeitos especiais, porém traz algumas falhas de enredo, por exemplo o garoto fã Ben (Thomas Mann), ele coleciona todos os recortes de jornais sobre João e Maria, vale lembrar que os dois aparentam ter pelo menos 30 anos e o pobre bem no máximo 18, mesmo assim Ben cita ter visto eventos que ocorreram antes mesmo de ter nascido (não posso dar spoiler aqui).

As bruxas no filme são marcadas pela podridão, quando uma bruxa faz magia negra a podridão se instala nela, então todas as bruxas negras tem a pele ressecada, olhos profundos e sangrentos.

Duas coisas legais sobre as bruxas que estão presentes no filme, a varinha mágia e a vassoura, que nesse caso é um ramo encantado.

É um filme muito bom, quem quiser passar um tempo se divertindo no cinema está recomendado.

É isso ai pessoal, eu vou indo e vocês vão....

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

E um gigante apareceu

Oi Pessoal

Hoje eu gostaria de compartilhar uma aventura a parte na Irlanda, primeiro porque eu conheci outro país, a Irlanda Do Norte. No norte da ilha existe uma história bem interessante... talvez nem todos saibam mas a Irlanda e os países mais ao norte tem um rico folclore e incríveis histórias sobre seres mitológicos, como os leprechaus, as fadas e os gigantes.

Essa história eu ouvi quando fui visitar a Passarela do Gigante (Giant's Caseuway), foi uma viagem de 2h e 30mim de carro até o local, e se não tívessemos derrubado café no chão do ônibus teria sido bem agradável.

Antes de chegar ao Parque do Gigante passamos por um cliff, aquelas regiões onde o mar se encontra com aqueles paredões de pedra, o lugar é incrível, o preço para visitação é de 6 euros, voce faz uma caminhada de 3 km até chegar na ponta do cliff onde voce pode atravessa sobre o mar atraves de uma ponte pencil.

Tá aí, eu e minhas multiplas roupas, afina já é frio... imagina na costa

Visão de cima da ponte... incrível

Atravessar a ponte foi incrivel, eu ainda tenho medo de altura.. embora essa seja uma ponte pequena as ondas batiam forte logo abaixo.

Saimos desse local e fomos conhecer a Passarela do Gigante, no caminho a gente passava por diversos vilarejos incriveis, dava vontade d edescer e ficar tirando fotos, mas nos tinhamos o cronograma contado.

Bom... eu queria contar a história do Gigante... mas achei esse videozinho que explica bem melhor.


O lugar é incrivel, ficamosali por duas horas tirando fotos... é um tipo de coisa que você nunca consegue imaginar, não é somente um monte de pedrinhas uma em cima da outra numa montanha, é uma montanha de pedras grandes e pesadas que formam a passarela, eu nem sei explicar direito... é melhor ver
É Incrivel


Sem legenda...

Como as pedras estão em direto contato com água do mar, encontramos vários crustáceos presos nas pedras.

PEssoal, é isso ai.. eu vou indo e vocês vão....



sábado, 2 de fevereiro de 2013

Transitando em Dublin

Oi Pessoal

Últimas semanas em casa e eu agora estou usando a internet super rápida do Aeroporto Governador Franco Montoro (GRU).... Bom eu na viagem até aqui (5hs de onibus) vim pensando em como seria o meu post... 

Então decidi falar do que mais me preocupou (depois da comida) em Dublin.... como me deslocar?

Embora existam diferenças nas formas de transporte, em todo o território brasileiro você sempre paga e vai, por viajem. Em algumas cidades você pega trem, metrô (que eu não sei a diferença entre eles mais aqui em São Paulo eles sabem) ou ônibus. Geralmente existe um cartão que te dá o direito de recarregar e andar quantas vezes quiser.

Dublin, assim como eu pude perceber, não muda tanto o esquema, lá existem 4 meios de transporte além do carro e da bicicleta. Você pega o DART, o LUAS, o COMUNITER ou o ônibus (olha esse site DublinBus e no Irish Train)

Uma coisa em comum, você sempre tem acesso wi-fi dentro dos meios de transporte e nas estações então passei todas as viagens conectado via o celular do meu irmão.

DARTe COMUNITER você pega nas estações, da mesma forma que em São Paulo (estou usando São Paulo como exemplo porque é o único lugar que eu peguei metrô e trem na minha vida), o DART só circula dentro da capital irlandesa enquanto que o COMUNITER vai para as cidades na região metropolitana.
Esse é o ônibus de dois andares

O LUAS é um ônibus-trem, é bem bonito e você pega ele literalmente em paradas na rua, ele circula entre os portos e terminais no centro da cidade.

Luas (foto não minha)

Ônibus é ônibus em qualquer lugar, porém em Dublin eles têm dois andares.

O que eu não conseguia entender na internet era a forma de pagamento, você não pode simplesmente pagar a sua viagem, você precisa pagar exatamente o valor necessário, ou seja, se você for pegar um ônibus você paga exatamente o valor de uma passagem e com moedas, não existem cobradores ou roletas no ônibos, você deposita as moedas numa caixinha e ela libera um recibo. Se você não tiver trocados você recebe um vale troco, que você junta e leva na central dos ônibus e pega o seu dinheiro de volta. Eu só andei de ônibus duas vezes, uma para ir jogar futebol e outra no dia que os trens não circularam pela manhã.

Mas uma coisa é fantástica, nos pontos de ônibus, todos, existem informações sobre os horários dos ônibus, e alguns possuem visores mostrando quanto tempo falta para o seu ônibus chegar... e por incrível que pareça sempre funciona.

Uma opção do ônibus é você comprar o ticket por período, você paga uma taxa e pode usar quantos ônibus quiser dentro daquele período (3, 5, 7, 15, 30 dias) você ganha desconto, quanto maior for o período maior o desconto... agora se você quer saber o ônibus custa 2,8 euros.

O LUAS eu não tive contato mas me informaram que é o mesmo esquema do ônibus e você pode comprar o cartão integrado LUAS + Ônibus.

Estação de Bayside

O DART e o COMUNITER são ambos trens que circulam para todas as áreas da cidade, e aí que vem a coisa estranha, assim como no ônibus você compra o ticket por período, (3, 5, 7, ou 30 dias). O ticket garante que você possa pegar o trem a qualquer horário, porém você paga de acordo como número de estações que você vai usar. No meu caso eu pegava o trem da Estação BaySide (Cóis Ba) até a estação Pierse, por um ticket de uma semana eu pagava 23 euros. Eu podia parar em qualquer estação entre a Bayside e a Pierse, porém se eu quizesse ir até a estação Sutton (uma estação depois da Bayside) eu tinha que pagar por um ticket de um dia para aquele trecho. Isso limitou muito a minha locomoção em Dublin visto que na o ticket de um trecho custa 1,5 por estação e ao contrário de São Paulo que você tem um metro a cada 5 minutos em Dublin os trens são demorados, cerca de 25 minutos entre um e outro, de depois das 9 da noite chega a ser quarenta minutos de espera para pegar o metro.

DART

Assim como você pode comprar o ticket de um dia para o metro, por 6 euros você compra um ticket de um dia no ônibus, que te dá o direito de 10 viagens dentro daquele dia.

Os trens estão sempre bem limpos, embora no fim do dia seja comum encontrar garrafas de refrigerante no chão, porém o espaço entre as cadeiras é pequeno, então você sempre está encostando o joelho no joelho da pessoa a sua frente. Uma das coisas legais é que eles distribuem gratuitamente um jornal, não muito bom, mas com algumas informações sobre os últimos acontecimentos (aliás acompanhei toda a história do burguer KIng com carne de cavalo por esse jornalzinho).

Bom pessoal, ainda tenho mais coisas a contar sobre Dublin... vai render ainda mais uns posts.. eu fui e você.... vão??

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Euro Trip Parte 1

OiPessoal

Antes de tudo esse é o primeiro post de uma série que eu estou começando para contar a experiência de viver fora do pais por quinze dias.
A primeira coisa que percebi foi uma pergunta inevitável, por que só quinze dias? Mal da para aprender inglês nesse período.
A minha resposta sempre foi: "O que vale mais é a experiência" e realmente é verdade, morar fora por um período muda  a nossa forma de pensar.
Por que a Irlanda? Não sei direito, pensei que não necessidade de um visto (que ficaria caro já que eu moro em Manaus), mas a cultura irlandesa um pouco me atrai.
Você fala inglês? Não sei, eu fiz curso por um ano, sempre joguei muito video game, quando eu era pequeno levava horas traduzindo todas as falas do jogo. Sempre gostei de inglês então, por que não tentar?
E aí como  foi?

INCRÍVEL

Primeiro a minha host Family, foi a melhor possível, sempre fazendo de tudo para que eu me sentisse confortável. Só tenho a agradecer. É claro que muitas coisas me chocaram num primeiro momento, eles não tomam refrigerante, chá com leite, não comem arroz com feijão.
A comida foi uma preocupação desnecessária, visto que eu comi muito bem,aprendi todos os modos de se fazer batata (já que é a principal fonte de carboidratos lá) e descobri que posso sobreviver sem o arroz e feijão. Comi tudo que me serviram, não me fiz de rogado, provei todos os sabores, desde a coca cola de cereja até carne de porco com molho de maçãs.

A ESCOLA, escola é escola aqui ou no japão, o que muda.... nada eu acho. Eu tinha aulas legais e aulas chatas, e uma vez por semana aula de história e cultura na Irlanda. Na primeira semana foi Musica Irlandesa e na segunda a história do rock na Irlanda e na europa (perfeitas). Foi a primeira vez que eu me senti aprendendo inglês mesmo, afinal eu tinha que falar em ingles o tempo todo, dentro da escola quanto mais tempo voce falar ingles mais voce aprende. (embora os hermanos de língua espanhola não parassem de falar em espanhol).

A CIDADE, pra quem nunca foi ao sul do Brasil, visitar a Europa é estar em outro mundo, Dublin é uma cidade incrivel, lida, ao estilo que voce só vê em filmes (aliás quem quiser assista ONCE, o filme se passa em Dublin você vê  a cidade quase toda).

O SOL, sol??? isso não existe.. brincadeira, essa época do ano chove muito lá, então o tempo está sempre nublado e chove o dia todo, mal vi o sol.

Bom as histórias eu conto nos próximos posts assim como as fotos... eu vou indo pessoal e vocês vão...

domingo, 6 de janeiro de 2013

tentaiva minipost

centro de dublin. Tara Station 4:30 pm, a noite aqui comeca cedo...
oi pessoal, estou na minha viajem, estr e o meu teste do aplicativo do blogger para o android.
DUBLIN ate o nomento eh linda. quando eu tivet mas acostumado eu postp mais.

eu vou indo e voces vap....

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Adeus ano velho... feliz viagem nova

Oi Pessoal
O ano se foi, muitas coisas aconteceram e um monte eu compartilhei com vocês.

Primeiro meu retorno a vida on-line eu sempre estive conectado, mas agora tenho internet em casa o que facilitou muita coisa mas me fez também ser um tanto preguiçoso com o blog, Afinal dei várias paradas nos posts durante o ano.

Tive um retorno a um dos cinemas de Manaus para descontrair porque o carnaval acontecia enquanto eu escrevia grande parte da minha dissertação.

Esse ano eu pude ir pra São Paulo 2 vezes, o que me deixou feliz, na primeira vez fui assistir ao espetáculo A Familia Addamns e na segunda vim visitar a família somente. Outro musical que me encantou foi Positivamente Millie

Assistis muitos filmes este ano e muitos eu nem postei aqui mas falei das animações e das sequências.
Tive muitas oportunidades e aproveitei o máximo que deu.

2012 obrigado por tudo vai com Deus.

Acho honestamente que o mundo acabou no dia 21, pois 2012 foi um ano pra acabar com tudo e recomeçar em 2013...

Agora... preparar as malas, tirar os casacos do armário... e se preparar para atravessar o oceano... FELIZ ANO NOVO

Eu vou indo pra Irlanda e vocês vão...

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Malas prontas

Oi PEssoal

Voltar para casa da mãe é sempre bom, e cá estou novamente, no aconchego do meu lar.

Vários motivos me fizeram voltar para casa no fim do ano.

1o Casamento do meu amigo Diacomo, por morar exageradamente longe daqui não fui a maioria dos casamentos dos meus amigos (sim e eu continuo solteiro)

2o batizado do meu sobrinho, virei padrinho.

Meu sobrinho Miguel nasceu em setembro e foi batizado neste dia 23, numa cerimônia rápida e muito bonita seguida pela aquela reunião de família.

O Miguel (guel)é um anjinho nas nossas vidas e também éo segundo bisneto da minha avó, já que bisnetas ela tem de rodo...

Mas uma coisa forte tem acontecido, depois de tirar o passaporte, lutar  (e muito) para juntar a grana e pagar, outra luta para comprar a passagem, documentação.. agora está tudo pronto.... minhas malas estão prontas e estou a caminho da Irlanda.

Gostaria muito de ir trabalhar um tempo fora, mas no momento só posso me dar o luxo de passar duas semanas na cultura do pais verde.

Ficarei por duas semanas numa Host Family (casa de família) no suburbio de Dublin, terei que pegar onibus, metro e ainda me virar com o meu engrish (com sotaque irlandes).

Quero só dar o crédito para a pessoa que mais me incentivou nessa jornada, minha amiga de um dia Luanda (http://luandinha-ap.blogspot.com.br), que foi au pair nos eua e agora também vai pras zoropa... ela que me deu um salto enorme para fazer todo o processo do curso.

Espero postar da proxima vez ja em terras irlandesas (infelizmente o blog vai ficando pra posts esporádicos até eu recuperar pique)

Marion, Pedrita, continuo lendoo blog de vocês.... saudades

Eu vou indo pessoal... encontrar um pote de ouro no fim do arco-iris